quinta-feira, 21 de maio de 2020

Primeiro Dia

Olá! Tudo bem? Parafraseando Paulo Henrique Amorim (1942 - 2019) que aliás publicou um livro em 1988 (De Olho no Dinheiro), que aconselho para iniciarmos este bolg. Vamos tratar de finanças pessoais. Não se trata de um blog como tantos dos milhares que existem, que irá lhe ensinar a ficar milionário em três meses, aplicando R$ 30,00/mês, no Tesouro Direto. Vou falar a verdade. A minha verdade, a minha experiência. Vou começar com a minha história nesse mundo, que é minúscula, mas é um bom começo. E vão por mim, valerá a pena. Vou explicar algumas coisas que aprendi. Quero deixar claro que o que eu escrever aqui não é a verdade absoluta, mesmo por que sou analfabeto nessa matéria. Digamos que eu seja aquele estudante de 4 ou 5 anos que ainda frequenta o pré primário.

Nasci em 1965 (calcula aí). A vida toda trabalhei e mesmo sem graduação, sempre dei muita sorte no quesito salário. Meu problema, como o de tantos que conheço, é que nunca dei ouvidos para meu pai. Sempre fui perdulário. Nunca me preocupei com o futuro, que chega bem rápido, e só fui me dar conta depois que já havia perdido muito tempo.

Tendo acordado, não vou dizer que comecei a correr atrás do tempo perdido. O tempo já passou, mas percebi que poderia começar de novo. Me dei a chance de um recomeço. Desde metade de 2019, comecei a pesquisar e estudar finanças pessoais. Fiquei hiper, mega empolgado com aqueles blogs e canais do Youtube que prometiam milagres. Praticamente ovulei. Refiz meu orçamento e com o que sobrava (kkkkkkkk) comecei.

Vou parar por aqui para manter o mistério e amanhã explico como comecei e em que pé que estão minhas finanças.

Antes de mais nada um conselho, aprenda a conviver e a dar valor a números pequenos. Números minúsculos. Aprenda a trabalhar com números bem pequenos. Por exemplo. Você está caminhando na rua e se depara com uma moeda de R$ 0,10 no chão. 99% vão ignorar a pobre moeda. Agora, se no lugar da moeda você encontrasse uma nota de R$ 100,00, garanto que sairia briga de foice se além de você outras pessoas também a tivessem encontrado. É mais ou menos isso. Números pequenos são tudo.

Hoje foi apenas uma introdução, lembrando que não estou ensinando nada a ninguém. Trata-se apenas da minha experiência pessoal.

Até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Terceiro Dia

E aí pessoal! Desculpa a demora, deveria ser o 58º dia. Vai ser o TERCEIRO DIA por que não sei escrever 58º dia por extenso. Atrasou tudo ...